Domingo, 8 de Maio de 2011

O piloto que conquistou os nossos corações

Faz hoje 29 anos morria o melhor piloto da história da Fórmula 1.
Sim, o melhor. Nenhum outro tinha a garra e o génio de Gilles Villeneuve. Mais: o piloto mais genuíno que a Fórmula 1 conheceu.
Gilles Villeneuve
Não venceu campeonatos. Aliás, venceu poucas corridas. Para ele isso eram coisas secundárias.
Gilles Villeneuve era único piloto que disputava todas as posições, todas as curvas, todos os centimetros de pista. Não importava se tinha material pior que os adversários. Não importava segurar pontos numa corrida. Não importava poupar o material. Nada disso importava. Para ele o importante era correr, era disputar, era ultrapassar os oponentes. Para ele o carro era um objecto que era para ser explorado até passar o limite.
E por isso era amado pelos fãs.
A imagem de marca: passar os limites
Três exemplos que mostram a genialidade do pequeno canadiano.
Treinos do GP USA Leste de 1979: chuva torrencial, pista completamente alagada. O colega de equipa Jody Scheckter (campeão em título) faz o melhor tempo e comenta que não consegue espremer nem mais um décimo. Gilles Villeneuve entra em pista e tira 11 segundos ao tempo do colega.
GP Canadá de 1981: mais uma vez com chuva faz metade da prova com o nariz do carro a tapar-lhe a visão, mas para ele não tinha qualquer importância. Continuava a pilotar e a ultrapassar com a cabeça inclinada para o lado. O nariz acabou por cair e Villeneuve acabou no pódio em terceiro.
Villeneuve com o nariz partido
Mas talvez ele seja mais conhecido pelo GP França de 1979. A prova foi vencida pelo piloto da Renault Jean-Pierre Jabouille. Foi a primeira vitória da Renault. Foi a primeira vitória de um motor turbo.
Mas nada disso interessou. Pois tivemos o privilégio de assistir à mais épica batalha de toda a história da Fórmula 1. Sim, foi uma batalha, entre Gilles Villeneuve e René Arnoux pela segunda posição. É impossível descrever por palavras a genialidade do canadiano:


Faz hoje 29 anos morria o melhor piloto da história da Fórmula 1.
Mas continua nos corações de todos os seus fãs. Mas continua no meu coração.
tags: ,
publicado por @luis_grave às 20:20
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Z. a 3 de Agosto de 2011 às 01:00
Recordo esta corrida como se a estivesse a ver agora. Um campeão e uma paixão ao volante. Nos tempos em que a Formula 1 valia a pena ser vista. E à borla! =)


Comentar post

.pub

.pesquisar

 

.posts recentes

. Tenho medo

. Facebook Important Messag...

. Adopção por um casal gay?...

. A DECO a pregar no desert...

. 16,7% de desemprego daqui...

. Este é o presidente de to...

. Não, não é montagem

. A censura da RTP Madeira

. A igreja católica e a mor...

. Vamos brincar às multas?

.Fevereiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28


.arquivos

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim

blogs SAPO

.subscrever feeds