Quinta-feira, 23 de Maio de 2013

Adopção por um casal gay? Não!

Adopção por um casal que tem as condições para adoptar uma criança? Sim!

 

A ministra da Justiça, Paula Teixeira da Cruz, saudou hoje o parlamento pela decisão "histórica" que permite a co-adopção de crianças "atendendo às condições de cada um e não às orientações".

No final do debate, a ministra da Justiça afirmou aos jornalistas que "a adopção deve depender das circunstâncias aferidas caso a caso de quem adopta e não propriamente de uma determinada orientação".

A ministra adiantou que o projecto de lei do PS aprovado na semana passada na generalidade "não é um progresso em termos legislativos", mas sim saber se uma pessoa tem condições para acolher uma criança, independentemente da sua orientação.

"Um casal, mesmo que seja heterossexual, tem que ter determinadas condições para adoptar uma criança, e portanto não faz grande sentido que se as mesmas condições tiverem preenchidas sejam levados em conta critérios que não as condições para o superior interesse da criança", sustentou.

Para Paula Teixeira da Cruz, não se coloca a questão de casais do mesmo sexo poderem ou não adoptar crianças, mas sim se "há alguém que tem condições ou não para adoptar", não devendo "o resto interferir".

 

Clap, clap, clap

publicado por @luis_grave às 01:34
link do post | comentar | favorito
|

.pub

.pesquisar

 

.posts recentes

. Adopção por um casal gay?...

.Fevereiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28


.arquivos

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim

blogs SAPO

.subscrever feeds